June 19, 2012

ITDP Recommends Design Improvements to Cidade do Samba

On Sunday June 17th at the Humanidade Forum at Rio+20, ITDP’s Technical Director, Luc Nadal, gave a presentation assessing the plans for the redevelopment of the port area of Rio by the Principles of urban development for sustainable urban transport.

Among several recommendations Luc made on reducing parking and vehicular traffic infrastructure and designing a public transport network fully integrated with the city’s new BRT system, Luc recommended that Cidade do Samba be made more accessible to Cariocas and visitors and permeable to pedestrian and cyclists, as this will open up the space and allow for people better interact with such an iconic institution. The Cidade do Samba should of course remain closed to through traffic of motor vehicles.

The Cidade do Samba complex is currently a large gated block of about 360 meters in length and presents long blank walls to the pedestrians on its periphery.  ITDP recommends city blocks of 100 meters average, not exceeding 150 meters, and active ground floors open on the streets that stimulate walking.

ITDP has great respect for Samba’s historical importance.  It embodies the spirit of Cariocas, represents a special way of life to be celebrated and is a gift to the world that we greatly appreciate and enjoy. The issues with the obstruction to pedestrian and cycle permeability, and a lack of mix use and activation of the peripheral streets could be fixed through architectural, programatic, and urban design improvements to the existing complex. ITDP looks forward to working with the City of Rio to preserve and enhance this great institution of the port area.

ITDP recomenda melhorias no complexo da Cidade do Samba para que se torne mais acessível para pedestres e ciclistas

No domingo 17 junho, no Fórum Humanidade na Rio +20, o Diretor Técnico do ITDP, Luc Nadal, fez uma apresentação sobre os planos para a revitalização da zona portuária do Rio sob o prisma dos princípios de desenvolvimento urbano sustentável.

Entre as recomendações, Luc mencionou a necessidade de redução de estacionamento e infra-estrutura de tráfego de veículos, e a projeção de uma rede de transporte público totalmente integrada com o novo sistema da cidade BRT. Luc também mencionou que a Cidade do Samba pode ser mais acessível tanto para os cariocas quanto para os visitantes, com uma estrutura que ofereça mais permeabilidade aos pedestres e ciclistas. Tal estrutura abriria mais o espaço e permitiria que as pessoas interagissem melhor com este que é um ícone da cidade do Rio. A Cidade do Samba deve, obviamente, permanecer fechada ao tráfego de veículos motorizados.

O ITDP tem grande respeito pela importância histórica do samba. Este é o espírito dos cariocas e representa uma forma especial de se viver, forma esta que deve ser celebrada. O samba é um presente para o mundo que nós muito apreciamos e desfrutamos.

O complexo da Cidade do Samba é atualmente um grande bloco fechado de cerca de 360 metros de comprimento e muros altos que mantém os pedestres distanciados. O ITDP recomenda quarteirões de em média 100 metros, não superior a 150 metros, e ruas que estimulem caminhadas a pé.

A obstrução de pedestres e ciclistas, assim como a falta de uso misto do solo e a falta da ativação das ruas periféricas ao complexo podem ser corrigidas através de melhorias no projeto de arquitetura e urbanismo já existente. O ITDP aprecia a oportunidade de dialogar com a Prefeitura ajudando no projeto de revitalização, preservação e valorização desta grande instituição da zona portuária.

Subscribe

Sign up for updates on our projects, events and publications.

SIGN UP

Send this to a friend